DIREITO À EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE NÍVEL MÉDIO NO ESTADO DA BAHIA E OS NEXOS COM A ABORDAGEM TERRITORIAL

Rosemary Lopes Soares da Silva, Roberto da Cruz Melo

Resumo


Entender o território, seja pela vicissitude conceitual ou prática, recai exatamente na capacidade de compreendê-lo como totalidade, como construção “categorizada” de apreensão dos processos espaciais – a dinâmica de produção e reprodução do espaço a partir dos processos sociais, econômicos, políticos e culturais – ou como os processos em seu sentido vivido, a prática em sua capacidade criativa, conflitiva e concreta. Esse artigo faz uma breve abordagem acerca do Território a partir das dimensões geográfica, econômica e política. A centralidade da abordagem está na discussão contemporânea sobre território como categoria de diálogo interdisciplinar para a compreensão dos nexos entre o direito à Educação Profissional no Estado da Bahia e a efetiva oferta de vagas no Estado. Portanto, objetiva-se nesse trabalho, verificar como essa abordagem norteia a atual política de Educação Profissional e Tecnológica (EPT) no Estado da Bahia, a partir da análise histórico-dialética da política macro e suas apropriações no contexto estadual. Com isso, o trabalho baseia-se em análise documental sobre as concepções, racionalidades e intencionalidades da atual política de EPT, evidenciando os enfoques territorial e dos Arranjos Produtivos Locais (APL) no âmbito da concepção dessa política e as relações com o desenvolvimento social e econômico.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Macambira

Laboratório de Políticas Públicas, Ruralidades e Desenvolvimento Territorial - LaPPRuDes

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - IF Baiano - Campus Serrinha

Estrada Vicinal de Aparecida, s/n, Bairro Aparecida, Serrinha - Bahia, CEP: 48700-000
 
Pavilhão Pedagogico, Sala 01. LaPPRUDes Revistas.